O mundo amanheceu mais pobre hoje.

Deixou-nos Michele Taruffo.

Grande processualista, mas, na verdade, muito mais do que isso. Foi um grande pensador, uma espécie de filósofo do processo. Corajoso, lúcido e brilhante , trafegava com familiaridade no direito comparado, tendo tido passagens por incontáveis universidades estrangeiras, inclusive do oriente. Seus trabalhos foram traduzidos para inúmeras línguas.

Felizmente produziu textos densos, eruditos e surpreendentemente… claros! Amava o Brasil! Brindava-nos frequentemente com suas visitas. Aproveitava as praias e as matas, pois tinha um lado muito aventureiro.

Hoje o mundo amanheceu mais pobre e muito mais triste.

Teresa Arruda Alvim